terça-feira, setembro 25

TOMAI TODA A ARMADURA DE DEUS


Há muito tempo o Senhor tem colocado no meu coração o desejo de falar sobre o assunto "falar em linguas estranhas", que nos últimos tempos, de certa forma, tem virado moda nas igrejas, em especial, nas  renovadas ou avivadas.
Veja bem o que a Palavra de Deus diz a respeito do assunto: (1º cor 14:01-40) O Apóstolo Paulo orienta a respeito de " falar em linguas", como todos nós já sabemos, mas parece que as pessoas, principalmente aquelas que ministram nas igrejas, em cultos ou reuniões, esquecem das recomendações que o Apóstolo Paulo faz. 
Vejamos o que ele diz:
"O que fala em linguas edifica a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja (1º cor 14:04) aí já temos o entendimento que num culto ou numa reunião, onde tem varias pessoas, não há necessidade de se falar em línguas ( a menos que seja direcionado pelo Espírito Santo), já que edifica a pessoa que fala e não as que ouvem.
A Palavra de Deus fala também a respeito de ordem no culto, que se alguém fala linguas estranhas, faça-se isso por dois, ou quando muito, três e por sua vez, haja intérprete (1º cor 13:27) e se não houver intérprete, esteja calado na igreja (1º cor 13:28), e não é isso que vemos hoje em dia nas igrejas, e é MUITO GRAVE!

Já estive em uma igreja em que a pessoa que ministrava o culto, conclamava aos presentes a falarem em línguas estranhas, e logo após, toda a igreja, inclusive pessoas incrédulas que se faziam presentes, estavam falando em linguas estranhas. Estranhas mesmo! Um absurdo! Se tornou uma bagunça! uma desordem total, todos falando ao mesmo tempo e o pior, não havia ninguém para interpretar. E o Espírito Santo me disse, que quem fazia aquele movimento todo era um espírito estranho.
Em outra ocasião, numa outra igreja, estava participando de um culto num domingo, onde havia muitos convidados e o mesmo espírito estranho usou as pessoas ( pasmem! pessoas que se dizem servos de Deus) durante o culto inteiro, falando linguas estranhas, impedindo assim, a Palavra de Deus e o momento de louvor e adoração a Deus. E o mais grave, o pastor daquela igreja, que naquele dia ministrava o culto, nada fez para impedir aquele espírito e achou aquilo tudo normal, não tinha discernimento de que aquilo não vinha do Espirito Santo de Deus, e sim do espírito do mal.

A Palavra de Deus diz, para não proibir falar línguas, mas que tudo seja feito com decência e ordem.
Para concluir esta mensagem, queria falar de uma experiência "maravilhosa" que aconteceu comigo numa outra igreja :
Estava em um culto e fui com o objetivo de adorar ao Senhor, e quando cheguei a ministração já havia começado, e eu como sempre quando chego numa dessas reuniões, oro primeiro, antes de qualquer atividade.
Então estava sentada, orando e ouvi a pessoa que ministrava pedir a igreja que começasse a falar em linguas estranhas, e aí começou a gritaria, todos falavam ao mesmo tempo. Pessoas convertidas, pessoas que ainda não tinham convertido, a pessoa que ministrava, todos falavam em linguas estranhas.
Ainda sentada clamei ao Senhor por misericórdia, com todo meu coração, pois estava aflita, e então o Espírito Santo me falou: continue a orar, aí obedeci ao Senhor e continuei a orar. Minutos depois, a pessoa que ministrava disse que estava havendo uma batalha espiritual e aí percebi (porque estava orando de olhos fechado) que varias pessoas que estavam falando linguas estranhas caminhavam em minha direção, umas impunham as mão sobre minha cabeça, outras somente tocavam em mim, tudo isso falando em linguas estranhas... Então o Espírito Santo tornou a me falar: levante-se e repreenda! É um espírito de falsas linguas. Fiquei surpresa, e ao mesmo tempo fui encorajada e direcionado pelo Espírito de Deus e comecei repreender, a cada vez em que era tocada por aquelas pessoas, em voz audível e disse: espírito de falsas linguas, afasta-se de mim e eu te repreendo em nome de JESUS! E então as pessoas se calavam e iam se afastando de mim, uma após a outra, até que tudo se acalmou.
Como podemos observar... Ouve realmente uma luta naquele lugar... E o espírito de falsas linguas (que usava aquelas pessoas, sem elas discernirem... Pois elas achavam que estavam sendo usadas pelo Espírito Santo) dominara aquele lugar e aquelas pessoas, e queria me dominar também.... Mas LOUVADO SEJA DEUS que é poderoso e tudo sabe e me orientou, me deu força e direção naquele momento e fiquei livre daquele espírito que operava naquele lugar, que é nada mais do que o espirito da mentira ( e vocês sabem quem é o pai da mentira).
Por isso irmãos conheçam a Palavra de Deus e pratique m em suas vidas, para que não sejam enganados pelos espíritos demoníacos.



2 comentários:

Bia disse...

Também tenho contemplado com grande tristeza e muitas vezes com espanto as coisas que estão acontecendo na maioria das igrejas evangélicas. Depois que comecei a ler os estudos do irmão Sergio do site blues the Lord, o Senhor nosso Deus tem me mostrado tanta coisa...agora compreendo realmente aquele texto que diz que este mundo jaz no maligno, e a dimensão do que isso significa. Satanás pregando no púlpito e o povo falando suas línguas realmente estranhas...
Nunca imaginei que presenciaria este horror dos dias atuais, até as doutrinas que eu pensava serem verdadeiras são uma fraude, e quando tentamos falar com alguém sobre elas o espírito maligno se opõe e isso naqueles que se dizem "crentes". É minha irmã e a tendência é piorar, temos que nos apegar ainda mais no nosso Deus e ficar de olhos bem abertos para não desviar do caminho.
Que Deus a abençoe minha irmã, fica na paz e no amor de Cristo.

NILZA COUTINHO disse...

Graça e Paz!

Agradeço, em Cristo, irmã Bia a sua visita.
Como disse a irmã a tendência é piorar nesses ultimos tempos,
Mas, aqueles que já despertaram do sono, precisa ajudar aos que ainda dormem...

Oremos ao senhor que nos ajude e que ajude também aos irmãos e irmãs, que ainda não despertaram para o Evangelho de Cristo.

Irmã Nilza Coutinho, em Cristo, a Verdade que Liberta...