quinta-feira, fevereiro 19

D'Além Mar

Lindo Cântico...


Fui veleiro errante, d'além-mar 
Por qualquer brisa era arrastado 
Vida a naufragar

Tão aflito eu clamava 
Ninguém para ajudar 
Vi uma Luz, ouvi uma voz 
"Filho Eu vim te cuidar"

Velejando em novas águas 
Eu veleiro vou estar 
Por mares d'águas-vivas 
Muito além d'além-mar

Por mais mares que tu queiras 
Onde eu tenha de ir 
Vou cumprindo tua obra 
Agora eu vou partir

Para onde o teu amor 
Quiser me levar 
Pois tu sabes onde há 
Vidas a naufragar

Velejando e crendo, Fiel Senhor 
Breve estaremos, em tua morada 
Em perfeito louvor.



Sérgio Luiz Brandão

Nenhum comentário: