segunda-feira, dezembro 7

A IGREJA DE CRISTO

A Igreja do Senhor Jesus Cristo se estabelece, nos, e através dos lares ou onde quer que haja a reunião dos filhos de Deus. 
A organização e administração da Igreja do Senhor Jesus Cristo são conforme ensina a Palavra de Deus.
 A Igreja de Jesus Cristo nos lares é a essência do Corpo de Cristo na terra e, sua constituição é dada pela Palavra de Deus.
Para compreender e praticar sua edificação precisa ler a Palavra de Deus, já está tudo escrito, ninguém está autorizado para criar algo novo que Deus não tenha ensinado. Ninguém pode ou consegue criar algo novo ou alguma nova onda ou nova era de evangélicos. Exemplo o movimento G12 que levantou a moda das igrejas celulares, igrejas em células, ajustando algo já existente na Palavra de Deus, que é a igreja estabelecida nos lares, dentro de uma nova "roupagem" modal como se fosse uma novidade ou nova inspiração divina. As igrejas celulares são ligadas doutrinariamente à igreja denominacional matriz. Igrejas pseudoevangélicas denominacionais adotaram a nova onda celular e implantaram em seus ministérios. Mas, enfim, apenas mais um erro foi acrescentado, porque nada mudou, apenas espalhou o engano para dentro das casas e os criadores das igrejas celulares foram considerados grandes inovadores e inspirados divinamente por uma visão evangelística (visionários). Grande engano. A verdade da Palavra de Deus foi ajustada apenas para personalizar o inventor do G12 e torná-lo famoso. Torceram a verdade da Palavra de Deus. Isso é comum na igreja pseudoevangélica: ajustar a Palavra de Deus aos interesses e modas de ministérios personalizados, fortalecendo e mantendo o engano já existente.
2.1. O CORPO DE CRISTO É PERFEITO E BEM AJUSTADO.
Carta aos Efésios, capítulo 4, diz: 

"11. E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, 
12. Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo
13. Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, 
14. Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. 
15. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 
16. Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor."

Mas, se olharmos para os dias atuais, não vemos nada bem ajustado ou harmônico. Vemos uma religião, um sistema religioso, com muitas vozes de doutrinas denominacionais pseudoevangélicas, antagônicas, como um corpo esquartejado, violado e dominado por lobos vorazes, cobiçosos, gananciosos, arrogantes, sensuais, invejosos, mercadores de almas, personalistas, cada qual brigando por suas presas (membros denominacionais) e arrecadações financeiras, corrompendo-as, segurando-as e constrangendo-as com todos os ardis dos argumentos mais repugnantes, argumentos esses, normalmente usados pelos estelionatários do mundo ímpio.
Uma minoria, que não é conhecida, ainda, não se dobrou para esse sistema.
Carta 2 Timóteo, capítulo 3, diz: 

"1. Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. *(Já estamos nos últimos dias.) 
2. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, 
3. Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, 
4. Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 
5. Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te*(Sim, não deixa dúvidas a Palavra de Deus: não ande com esses, não participe das obras desses.) 
6. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; 
7. Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade." *(Eles serão sempre assim, jamais aceitarão a verdade que se manifesta e se compreende pelo Espírito Santo, porque não possuem o Espírito Santo.) 
*(Minhas considerações acrescentadas.)

Os homens-ídolos e as suas doutrinas religiosas denominacionais personalizadas são expoentes intocáveis e inquestionáveis dentro do sistema religioso, mesmo que neguem a Cristo e sua Palavra.
Se fazem atrocidades contra Cristo, de modo voluntário, então, não são filhos de Deus, são filhos do diabo para fazerem a vontade deste.
Se, mesmo ocorrendo todos esses escândalos e blasfêmias um povo ainda permanece fiel à denominação, fica entendido que, uma parte desse povo não pertence e nem ama a Deus, são espiritualmente iguais aos seus líderes, os homens-ídolos. Uma outra parte desse povo está debaixo de feitiço ou ainda não teve a chance de meditar fora do pacote-pronto-doutrinário-denominacional. Uma dispensação está em andamento e a parte enganada e enfeitiçada decidirá, sair ou não do sistema religioso.
Esse povo, que está debaixo do feitiço de um espírito enganador, está vivendo pelo amor à mentira, ao deleite financeiro, à soberba, à hipocrisia religiosa. Alguns já tiveram entendimento e esclarecimento da verdade, mas decidiram ficar no meio da perdição, por causa do comodismo e agrado a si mesmos e a homens, para a perdição eterna. Outros saíram e ainda sairão. Outros, jamais verão a luz, pois são filhos do engano para apenas aumentar o engano e gerar outros seguidores ou escravos espirituais sendo iguais aos seus líderes.
Sendo Deus verdadeiro e santíssimo, temos nos dias atuais uma grande e escandalosa mentira e blasfêmia. 

Esse sistema religioso da mentira criou o único lugar de adoração e culto: o prédio denominacional. 
O prédio denominacional é o centro da arrecadação e manipulação do engano.

E o povo de Deus, sincero e que ama a Deus, chamado à liberdade em Cristo, continuará saindo.

Por: Sérgio Luiz Brandão

Nenhum comentário: